“Blacklist” da propaganda está de volta

By | 2018-05-08T15:56:48+00:00 maio 8, 2018|Sem categoria|

Há dois anos uma “bomba” caiu na mesa de inúmeros criativos. Inocente à primeira vista, a “Caixa de Pandora” vinha em forma de uma singela planilha. Ao ser aberta, a lista expunha avaliações de nomes famosos (e outros nem tanto) do mercado publicitário. Como o arquivo tinha autoria oculta, ele rapidamente cresceu na mesma medida que as histórias ruins eram potencializadas por meio dele.

Com denúncias de assédio, abuso de poder e até nazismo, a “blacklist” da propaganda nunca deixou de ser assunto, porém, poucas pessoas imaginariam que após dois anos ela voltaria com força total.

Republicado nesta quinta-feira (03), o dossiê em menos de dois dias já tem mais de 1.000 declarações sobre agências e profissionais do segmento. Com comentários como “Em vidas passadas eu fui soldado romano e, não só cruxifiquei CRISTO, como persegui os católicos. Depois, reencarnei em um oficial nazista na segunda guerra mundial. Morri, e reencarnei no assassino do J.K….agora como punição fui enviado para cá”, o endereço tem viralizado de maneira endêmica.

Leia mais em: http://adnews.com.br/publicidade/blacklist-da-propaganda-esta-de-volta.html